Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Seminário Latino-Americano de Estudos em Cultura

Tamanho da fonte: 
Relato de Experiência Etnográfica na Comunidade de Matarandiba, Bahia
Joice Reis Araujo

Última alteração: 02-01-2021

Resumo


O relato aqui apresentado refere-se aos trabalhos desenvolvidos no contexto de uma pesquisa em desenvolvimento na comunidade de Matarandiba, Bahia, entre julho de 2019 e agosto de 2020. A investigação objetiva compreender como as concepções e práticas culturais tomadas como dispositivo simbólico contribuem para a sobrevivência identitária e representativa da comunidade. O trabalho de campo realizado se apresenta como tentativa de compreensão dos sentidos da reafirmação identitária por meio de eventos e festas na perspectiva de seus próprios idealizadores e organizadores. A experiência relatada diz respeito à convivência com a comunidade ao longo de oito meses, compreendendo doze manifestações culturais de diferentes matizes simbólicas.


Palavras-chave


Palavras-Chave: Diversidade Cultural; Etnografia; Identidade.

Referências


BARROS. José Márcio. Cultura, mudança e transformação: a diversidade cultural e os desafios de desenvolvimento e inclusão. Trabalho apresentado no III ENECULT – Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura. Disponível em: http://www.cult.ufba.br/enecult2007/JoseMarcioBarros.pdf Acesso em 11 de outubro de 2020.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: a arte de fazer. Rio de Janeiro: Vozes, 1994.

PEIRANO. Mariza. Etnografia, ou a teoria vivida. Ponto Urbe [Online], 2 | 2008. Disponível em: https://journals.openedition.org/pontourbe/1890. Acesso em: 12 de outubro de 2020.


Texto completo: PDF