Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Seminário Latino-Americano de Estudos em Cultura

Tamanho da fonte: 
Políticas Públicas da Educação em contexto pandêmico: estudo comparativo entre a SME-RJ e a SEEDUC.
Washington Kuklinski Pereira, Alessandra Fontes

Última alteração: 02-01-2021

Resumo


No decorrer do ano de 2020, plataformas digitais, redes sociais e diversos meios de atividades remotas passaram a fazer parte da realidade das tentativas de interações entre estudantes e professores.  Por isso, nesse trabalho temos como objetivo discutir as políticas para educação pública na cidade do Rio de Janeiro durante a Pandemia COVID-19. Para tanto iremos refletir sobre algumas ações adotadas pela Secretaria Estadual de Educação (SEEDUC) e pela Secretaria Municipal de Educação (SME).

 


Palavras-chave


Educação Pública, COVID-19, Pandemia, Ensino.

Referências


ARAÚJO, Sônia Maria da Silva. Educação do Campo no Brasil: um discurso para além do pós-colonial? Rev.latinoam.cienc.soc.niñez juv 8(1). P.221-242.

 

ARROYO, Miguel. Outros Sujeitos, Outras Pedagogias. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

 

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Ed. UFMG: Belo Horizonte, 2005.

 

FANON, Frantz. Os Condenados da Terra. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1979.

 

FREIRE, Paulo. A educação como prática da liberdade. 23ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.

_______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 43ª ed., São Paulo: Paz e Terra, 2011.

_______. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

_______. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. 1ª ed. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. 5ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

 

GROSFOGUEL, Ramón. Decolonizing Post-Colonial Studies and Paradigms of Political Economy: Transmodernity, Decolonial Thinking, and Global Coloniality.

 

TRANSMODERNITY: Journal of Peripheral Cultural Production of the Luso-Hispanic World, School of Social Sciences, Humanities, and Arts, UC Merced.  Disponível em: http://escholarship.org/uc/item/21k6t3fq Acesso em: 01/04/2017

 

LEMOV, Doug. Aula nota 10: 49 técnicas para ser um professor campeão de audiência. 4. ed. Porto Alegre: Penso, 2016.

 

MORAIS, Regis de. Sala de aula: que espaço é esse? Ed. Papirus, 1994.

 

NETO, João Colares da Mota. Paulo Freire e o pós-colonialismo na educaçãoPopular latino-americana. Revista Educação Online nº 14, p.25-38 , ago./dez. de 2013.

 

NOVASKI, Augusto João Crema. Sala de aula: uma aprendizagem do humano. In.:

MORAIS, Regis de. Sala de aula: que espaço é esse? Ed. Papirus, 1994.

 

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

 

RIBEIRO, Fábia Barbosa. Educação e ensino de História em contextos coloniais e pós-coloniais. mneme – revista de humanidades, Caicó, v. 16, n. 36, p. 27-53, jan./jul. 2015. Dossiê Ensino de História


Texto completo: PDF