Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Seminário Latino-Americano de Estudos em Cultura

Tamanho da fonte: 
Carta aos pais: uma leitura crítica biográfica fronteiriça das obras Carta ao pai e A ignorância da revolta
Vinícius Santos, Edgar Cézar Nolasco

Última alteração: 02-01-2021

Resumo


O presente resumo expandido tem como objetivo apresentar a leitura a ser trabalhada no corpo do artigo e na apresentação do congresso. Por meio dele, buscamos apresentar os laços metafóricos que conectam a obra Carta ao pai de Franz Kafka e a obra A ignorância da revolta de Edgar César Nolasco. Nossa leitura toma por base os preceitos da crítica biográfica fronteiriça (NOLASCO) e a crítica biográfica (SOUZA). Também os conceitos de biogeográfico (BESSA-OLIVEIRA) e diferença colonial (MIGNOLO).

Palavras-chave


Diferença colonial; Crítica biográfica fronteiriça; Biogeográfico; Crítica biográfica; Diferença.

Referências


BESSA-OLIVEIRA, Marcos Antônio. Paisagens Biográficas Pós-Coloniais: Retratos da Cultura Local Sul-Mato-Grossense. – Campo Grande, MS: Life Editora, 2018.

CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: crítica contemporânea. Campo Grande, MS: Editora UFMS, v.2, n.3, p. 1-155 jan./jun.2010.

JANOUCH, Gustav. Conversas com Kafka. Trad. Celina Luz. - Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1983.

KAFKA, Franz. A metamorfose. Tradução e posfácio por Modesto Carone. – São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

KAFKA, Franz. Carta ao pai. Trad. Marcelo Backes. - Porto Alegre: L&PM, 2006.

KAFKA, Franz. Carta ao pai. Tradução e posfácio por Modesto Carone. – São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

KONDER, Leandro. Kafka: Vida e Obra. – Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1979.

LEMAIRE. Gérard-Georges. Kafka. Trad. Júlia da Rosa Simões. – Porto Alegre, RS: L&PM, 2006.

MIGNOLO. Walter D. DESAFIOS DECOLONIAIS HOJE. Trad. EPISTEMOLOGIAS DO SUL, FOZ DO IGUAÇU/PR, 1 (1), PP. 12-32, 2017. Disponível em: < https://revistas.unila.edu.br/epistemologiasdosul/article/view/772/645> Acesso em 30/09/2020 às 01:09.

MIGNOLO. Walter D. Desobediência epistêmica: A opção descolonial e o significado de identidade em política.Trad. Ângela Lopes Norte. In. Cadernos de Letras da UFF – Dossiê: Literatura, língua e identidade, no 34, p. 287-324, 2008

NOLASCO, E. C. Políticas da crítica biográfica. In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: crítica biográfica. Campo Grande, MS: Editora UFMS, v.2, n.4, p.1-181 jul./dez.2010.

NOLASCO, Edgar Cézar. Ignorância da revolta. – São Paulo: Intermeios, 2019.

PESSANHA, Juliano Garcia. Recusa do não-lugar. São Paulo: Ubu Editora, 2018.

PESSANHA, Juliano Garcia. Testemunho Transiente. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

SOUZA. Eneida Maria. Crítica Cult. Belo Horizonte: Ed. UMFG, 2002.

SOUZA. Eneida Maria. Janelas indiscretas: Ensaios de crítica biográfica. Belo Horizonte: Ed. UMFG, 2011.


Texto completo: PDF