Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Seminário Latino-Americano de Estudos em Cultura

Tamanho da fonte: 
O Cordel em Sala de Aula
Simone Maria Bacellar Moreira

Última alteração: 31-05-2019

Resumo


Este trabalho tem como objetivo apresentar uma experiência com o uso de sequência sobre literatura de cordel em turmas do ensino básico. Foram trabalhados vários gêneros literários como mitologia, poema e cordéis de autores consagrados. Esta proposta situa-se numa perspectiva educacional interdisciplinar com Artes e História voltada para a leitura e o trabalho com folhetos na sala de aula. Apontamos e discutimos algumas metodologias de trabalho com a literatura, como elementos importantes para a efetivação de experiências com um gênero da literatura popular. Desse modo, a presença da literatura popular em sala de aula, mais especificamente a literatura de cordel, além de revelar as características desta produção cultural, permite aos envolvidos, refletirem sobre a cultura popular, sua realidade, sua própria identidade.


Palavras-chave


Letramento Literário; Prática de Ensino; Interdisciplinaridade.

Referências


ABREU, Márcia. Histórias de cordéis e folhetos. Campinas (SP): Mercado das Letras, 1999.

 

BRASIl, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa, 1997.

 

CASCUDO, Luís Câmara. História da Literatura Brasileira. Rio de Janeiro: Livraria Josée Olympio Editora, 1952.

 

DOLZ , J. e SCHNEUWLY, B. Gêneros Orais e escritos na escola. Campinas (SP): Mercado de Letras; 2004.

 

EVARISTO, Marcela Cristina. O cordel em sala de aula”. In: BRANDÃO. H.N. Gêneros do discurso na escola: mito, conto, cordel, discurso político, divulgação científica. São Paulo: Cortez, 2003.

 


Texto completo: PDF