Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
A Relação Trabalho e Educação e suas Implicações na Educação de Jovens e Adultos.
Daiane Ferreira Ferreira

Última alteração: 24-01-2018

Resumo


Este trabalho é um recorte do projeto de dissertação que apresenta um estudo sobre a relação Trabalho Educação na modalidade da Educação de Jovens e Adultos – EJA. Um estudo de caráter qualitativo que está sendo desenvolvido nas Escolas Estaduais de Ensino Médio do Município do Rio Grande com educadores (as) da rede que trabalham com a modalidade da EJA como também seus educandos (as). A pesquisa tem como objetivo compreender relevância da relação Trabalho-Educação na constituição dos Educandos/as da Educação de Jovens e Adultos, e em que medida a EJA problematizadora pode se constituir num instrumento de enfrentamento a lógica do mercado de trabalho na rede Estadual de Educação do Município do Rio Grande/Rs? Essa pergunta de pesquisa surgiu das inquietações de como os educadores (as), educandos (as) compreendem sobre a perspectiva de Trabalho e suas implicações na EJA. Esse estudo dialoga com o horizonte da Educação Popular, com o histórico da legislação a cerca da Educação de Jovens e Adultos, com o viés da pesquisa social qualitativa.

Palavras-chave


Popular, Educação de Jovens e Adultos, Relação Educação e Trabalho.

Referências


ARROYO. Miguel. A educação de jovens e adultos em tempos de exclusão. In: Construção coletiva: contribuições à educação de jovens e adultos. Brasília: UNESCO, MEC, RAAAB, 2005.

 

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação popular. São Paulo: Brasiliense, 2006.

 

CIAVATTA, Maria. A FORMAÇÃO INTEGRADA a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. 2005. Disponível: http://www.uff.br/trabalhonecessario/images/TN_03/TN3_CIAVATTA.pdf Acesso 16/10/2017

 

CIAVATTA, Maria. RUMMERT, Sonia, M. AS IMPLICAÇÕES POLÍTICAS E PEDAGÓGICAS DO CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS INTEGRADA À FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 111, p. 461-480, abr.-jun. 2010

 

GADOTTI, Moacir. Por uma Política Nacional de Educação Popular de Jovens e Adultos. 1ª ed. São Paulo: Moderna: Fundação Santillana, 2014

 

RUMMERT, Sonia. A educação de jovens e adultos trabalhadores brasileiros no século XXI: O “novo” que reitera antiga destruição de direitos. Revista de Ciências da Educação, n.2, jan./abr. 2007.

 

RUMMERT, Sonia. Educação de jovens e adultos trabalhadores no Brasil atual: do simulacro à emancipação. Perspectiva. Florianópolis, v.26, n.1, p.175-208, jan./jun.2008.

 

ZITKOSKI, Jaime. A Pedagogia das Marchas e a Educação Popular: Lutas e Esperanças no contexto Latino-Americano. In: PEREIRA, Vilmar; DIAS, José Roberto; ALVARENGA, Bruna. (org.). Educação Popular e a pedagogia da contramarcha. Passo Fundo, RS: Méritos. 2013.

 

ZITKOSKI, Jaime, J. HAMMES, Lúcio, J. Juventude, educação e cidadania: os desafios da participação social e política. REVISTA DEBATES, Porto Alegre, v. 8, n. 2, p. 119-139, mai.-ago. 2014. Disponível: http://seer.ufrgs.br/index.php/debates/article/viewFile/46470/31160 Acesso 16/10/2017


Texto completo: PDF