Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
UM POUCO DE RESISTÊNCIA E LUTA NÃO FAZ MAL À NINGUÉM: INTERFACES PEDAGÓGICAS E MOVIMENTO INTERFACES COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO CONTRA HEGEMÔNICO
Samuel Crissandro Tavares Ferreira, Felipe Bresolin

Última alteração: 16-01-2018

Resumo


O presente trabalho tenta organizar e sistematizar uma relação do evento Interfaces Pedagógicas e de seu desdobramento chamado Movimento Interfaces, com as atividades e participações de movimentos de resistência e de luta na cidade. É importante ressaltar que o Interfaces Pedagógicas desde o ano de 2013 se coloca na perspectiva de fortalecer as licenciaturas e o diálogo das mesmas na universidade e seus espaços, ao mesmo tempo que propõem uma interlocução com os espaços para além da universidade. O Movimento Interfaces aparece como complemento a partir do ano de 2016, para dar continuidade as discussões e reflexões demandadas. Dito isso, o trabalho tenta abordar de forma crítica às contribuições que foram trazidas aos eventos pelos movimentos sociais inseridos na cidade e que podem nos alertar quanto a epistemologia de resistências e que em tempos de retrocessos políticos e sociais aparecem como alternativas contra hegemônicas.

Palavras-Chave: Cidade, Interfaces Pedagógicas, Movimento Interfaces, Movimentos Sociais, Resistência.


Texto completo: PDF