Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
PESQUISAS DENOMINADAS ESTADO DA ARTE SOBRE AVALIAÇÃO E MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Crislaine de Anunciação Roveda, Fabrício Monte Freitas, João Alberto da Silva, Paola Reyer Marques

Última alteração: 27-10-2017

Resumo


Este trabalho consiste em um levantamento de produções científicas nacionais produzidas nos últimos cinco anos, a fim de identificar o que vem sendo produzido referente ao ensino das crianças na etapa da Pré-Escola. Os procedimentos metodológicos consistiram em uma análise no banco de dados (2012 - 2016) do Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática, Encontro Nacional de Educação Matemática, Boletim de Educação Matemática, Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação e Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. O corpus inicial do estudo constitui-se de 2196 trabalhos, após a realização de três triagens, encontramos o corpus de análise, constituído de 24 trabalhos que comtemplaram cinco temáticas: Avaliação, Conteúdos de Aprendizagem; Desempenho do aluno, Pesquisas bibliográficas e Estados da Arte e Práticas Pedagógicas. Direcionamos nosso estudo nas contribuições da avaliação matemática na Educação Infantil, nossa análise restringiu-se a quatro produções, organizadas nas categorias Avaliação na Educação Infantil, discutida através da utilização de relatórios e teste psicológico, apontando limites e possibilidades desses instrumentos e Desempenho do aluno na Educação Infantil, constatando-se que há uma influência da etapa da Educação Infantil no processo de aprendizagem do 1º ano do Ensino Fundamental, onde prioriza-se o ensino das linguagens, oral e escrita em relação as habilidades Matemáticas. Nas duas categorias, verifica-se que a avaliação nessa etapa de ensino abrange um caráter prevalentemente formativo. O estudo revelou que essa temática é ainda incipiente, o que reforça a necessidade de aprofundar estudos.


Palavras-chave


Avaliação; Educação Infantil; Pré-Escola; Matemática.

Referências


BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996.

BRESCIANE, A. L. A. Avaliação Na Educação Infantil: O Que Nos Revelam Os Relatórios De Um Município Paulista. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2015. Disponível em: <https://sapientia.pucsp.br/handle/handle/16208>. Acesso em jun. 2017.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As Pesquisas Denominadas “Estado da Arte”. Educação & Sociedade, ano XXIII, no 79, p.257-272, Ago/2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/es/v23n79/10857>. Acesso em mai. 2017.

HADJI, C. A Avaliação desmistificada. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.

NEVES, V. F. A. Avaliação na Educação Infantil: Algumas reflexões. In:  Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, 35º., 2012, Porto de galinhas, PE. Anais... Porto de Galinhas: ANPEd, 2012. Disponível em: < http://www.anped.org.br/biblioteca/item/avaliacao-na-educacao-infantil-algumas-reflexoes>. Acesso em jun. 2017.

PAZ, S. J. P. A avaliação na educação infantil: análise da produção acadêmica

brasileira presente nas reuniões anuais da ANPEd entre 1993 e 2003.

Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Santa

Catarina. 2005. Disponível em: < https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/102215>. Acesso em jun. 2017.

PAZETO, T. de C. B. Predição de leitura, escrita e matemática no ensino fundamental por funções executivas, na linguagem oral e habilidades iniciais de linguagem escrita na Educação Infantil. Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2016. Disponível em: <http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2899>. Acesso em jun. 2017.

PEREIRA, J. C. S. Educação Infantil no município de Limeira – SP: um estudo comparativo do desempenho de alunos de creches e pré- escolas nos anos iniciais do ensino fundamental. Universidade Federal de Juiz de Fora, 2014. Disponível em: < https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/627>. Acesso em jun. 2017.