Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
Entre o oficial e o realizado: os currículos prescritos e em ação na Matemática do Ciclo de Alfabetização
Fabrício Monte Freitas, João Alberto da Silva, Crislaine de Anunciação Roveda, Paola Reyer Marques

Última alteração: 16-01-2018

Resumo


O trabalho busca compreender como se dá a relação entre as três “engrenagens” básicas – currículos proposto, em ação e avaliado – para o desenvolvimento da educação brasileira, levando em conta as traduções que são realizadas pelos professores dos discursos pedagógicos oficiais até o campo recontextualizado pedagógico, que é o que de fato acontece na sala de aula. O trabalho pretende analisar as matrizes de referência das avaliações externas, bem como os três livros didáticos de matemática mais utilizados no Ciclo de Alfabetização. Essa análise, juntamente com o discurso apresentado pelas professoras em entrevistas semiestruturadas, constituirá o corpus de análise do estudo a ser desenvolvido. Para isso, serão utilizados caminhos qualitatitavos, em uma abordagem descritiva e documental. As entrevistas semiestruturadas realizadas com as professoras serão analisadas por meio da analise de conteúdo. O esperado é que, a partir dessa pesquisa, seja possível observar se as professoras do Ciclo de Alfabetização compreendem as relações que estão presentes entre os currículos proposto e avaliado, em larga escala pelo Governo Federal, e o em ação, realizado na sala de aula em Matemática no Ciclo de Alfabetização.

Palavras-chave


Anos Iniciais, Ciclo de Alfabetização, Currículo, Discurso Pedagógico, Matemática

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições, 1977.

BERNSTEIN, B. A estruturação do discurso pedagógico: classe, códigos e controle. Petrópolis: Vozes, 1996.

CALDATTO, Marlova Estela. O PROFMAT e a formação do professor de Matemática: Uma análise curricular a partir de uma perspectiva processual e descentralizadora. (Tese de Doutorado em Educação para a Ciência e a Matemática). Universidade Estadual de Maringá: Maringá, 2015.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar um projeto de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

LIMA, Eliza Maria Baptistella. Um estudo sobre as disciplina de Geometria em cursos de Licenciatura em Matemática. Dissertação. (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática). Universidade Cruzeiro do Sul: São Paulo, 2014.

MARTINS, CliciaBuhrer. Autoavaliação institucional e suas articulações com a reforma curricular de cursos de graduação. Tese. (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: São Paulo, 2016.

MELCHIOR, Maria Celina. Da avaliação dos saberes à construção de competências. Porto Alegre: Premier, 2003.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

PALANCH, Wagner Barbosa de Lima. Mapeamento de pesquisas sobre currículos de Matemática na Educação Básica brasileira (1987 a 2012). Tese. (Doutorado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: São Paulo, 2016.

ROLDÃO, Maria do Céu; FERRO, Nuno. O que é avaliar? Reconstrução de práticas e conceções de avaliação. In. Revista Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 26, n. 63, p. 570-594. set./dez. 2015.

SACRISTÁN,J. Gimeno; GOMEZ, A. I. Pérez. Compreender e transformar o ensino. Trad. Ernani F. da Fonseca Rosa. 4 ed. Artmed, 1998.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias curriculares. 3. ed.; 6. reimp. – Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2015.

TEIXEIRA, Dulce Helena Moreira. A história da Avaliação no Estado de São Paulo sob a ótica da legislação: da 1ª Lei de Diretrizes e Bases (1961) à Progressão Continuada (1998). Dissertação. (Mestrado em Educação) – Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto. 2007.

WIEBUSCH, Eloisa Maria. Avaliação externa: um caminho para a busca da qualidade da educação. Dissertação de mestrado. PPGEDU/UFRGS. 2011.


Texto completo: PDF