Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
Interações Entre Jornalismo Comunitário e Memória Social
Jerusa de Oliveira Michel, Margareth de Oliveira Michel

Última alteração: 21-01-2018

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo discutir a interação entre a memória social e o jornalismo comunitário na visão dos jornalistas que integraram a equipe do jornal comunitário “O Pescador” e de como o jornalista faz parte deste processo. Para o desenvolvimento deste trabalho, aliado à pesquisa qualitativa e com o objetivo de ampliar as possibilidades de análise e obtenção de respostas para o problema proposto na pesquisa, utilizamos, como método de análise, o Método Fenomenológico, que se preocupa com a descrição direta da experiência tal como ela é.


Palavras-chave


Jornalismo, Jornalista, Memória, O Pescador, Interação

Referências


BAUMAN, Zygmunt. 44 cartas do mundo líquido moderno. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

 

___________. Identidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2005

 

BECKER, Beatriz. Mídia e Jornalismo como formas de conhecimento: Uma metodologia para leitura crítica das narrativas jornalísticas audiovisuais”. Matrizes, v. 5, n. 2, p. 231-250, 2012.

 

CHAUÍ, Marilena Sousa. Cultura e Democracia: o discurso competente e outras falas. São Paulo: Cortez, 2003.

 

ENNE, Ana Lucia S. Memória, identidade e imprensa em uma perspectiva relacional. Revista Fronteiras: estudos midiáticos, Unisinos, v. 2, p. 101-116, 2004.

 

IZQUIERDO, Ivan. Memória.  (1ª ed.1989) Porto Alegre: Artmed; (2 ª ed) 2011.

 

MARCONDES FILHO, Ciro. Dicionário da Comunicação. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2014.

 

__________. Quem manipula quem? 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1987.

 

NEIGER, Motti; MEYERS, Oren; ZANDBERG, Eyal (ed.). On Media Memory: Collective Memory in a New Media Age. New York: Palgrave McMillan, 2011.

 

 

NORA, Pierre. Entre mémoire et histoire: la problématique des lieux. In: Les Lieux de Mémoires. Paris: Gallimard, 1997.

 

PALÁCIOS, Marcos. Convergência e Memória: Jornalismo, Contexto e História. Matrizes, USP, v. 4, p. 37-50, 2010.

 

RIBEIRO, Ana Paula; BRASILIENSE, Danielle Ramos. A matança dos inocentes: questões de memória e narrativa jornalística. UNIrevista, v. 1 n. 3, p. 1-12, 2003.

 

___________. Memória e narrativa jornalística. In: RIBEIRO, Ana Paula Goulart; FERREIRA, Lucia Maria Alves (orgs.). Mídia e memória: a produção de sentidos nos meios de comunicação. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.

 

RÜDIGER, F. Introdução à teoria da comunicação, problemas correntes e autores. São Paulo: EDICON, 1998.

 

SANTA CRUZ, Lúcia. Experiência de pertencer: o resgate da memória como construção de identidade corporativa. Congresso Internacional em Comunicação e Consumo – COMUNICON, São Paulo, out. 2012. Anais... São Paulo: ESPM, 2012.

 

__________. Heróis na janela. E-Compós, v. 9, p. 1-15, ago. 2007.

 

SCHUDSON, Michael. Discovering The News: A Social History Of American Newspapers. New York: Basic Books, 1978.

 

__________________. Journalism as a vehicle of non-commemorative cultural memory. In: ZELIZER, Barbie; TENEMBOIM-WEINBLATT, Keren (orgs.). Journalism and memory. New York: Palgrave Macmillan, 2014. p. 85-96.


Texto completo: PDF