Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA DOS BENS CULTURAIS MATERIAIS EM JAGUARÃO, RS: O CASO DO MERCADO PÚBLICO
Alef Franco Caldeira, Helora Ataydes Dilelio Ávila, Patrícia Schneider Severo, Alessandra Buriol Farinha

Última alteração: 21-01-2018

Resumo


A pesquisa aborda a utilização do patrimônio cultural material e como refletir sobre sua sustentabilidade econômica. Para isso foi utilizada uma abordagem qualitativa, com o objetivo exploratório e uma discussão bibliográfica a respeito da sustentabilidade dos patrimônios culturais materiais. Dessa forma o estudo se baseia no mercado Público de Jaguarão, a fim de se debater uma estratégia de reconfiguração desse local, para uma nova utilização, tentando impactar minimamente a memória do local, propondo uma maneira de inteirá-lo novamente com a comunidade. Nesse contexto traz-se a segunda problemática que retrata o como esses locais podem se manter economicamente na atualidade, levando em consideração a identidade e a história. É nesse foco que a pesquisa irá aprofundar-se, no como utilizar e manter esses espaços que constituem patrimônios culturais materiais, sem que se torne estritamente comercial, sem acessibilidade e identificação da comunidade.


Palavras-chave


sustentabilidade econômica; Patrimônio cultural; Mercado Público

Referências


ARANTES, Antônio Augusto. Repensando os aspectos sociais da sustentabilidade: a conservação integrada do patrimônio ambiental urbano. Projeto História, São Paulo, p.121-134, 18 maio 1999.

ARANTES, Antônio Augusto. O Patrimônio cultural e seus usos: A Dimensão urbana. Habitus Goiânia, v. 4, n. 1, p.425-435, 2006.

MAZZEI, Enrique. Rivera (Uruguay) – Sant’Ana (Brasil): Identidad, território e integración fronteriza. Departamento de Sociologia da Universidad de la República, 2010.

TORMAM, Josi Silva. Uma Breve História: Mercado Público de Jaguarão. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 5, n. 2, p.1-1. 2013.

Texto completo: PDF