Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
Para além de um corpo visível: o papel da literatura de ficção científica nas transformações da imagem humana nas redes sociais virtuais
Julio Marinho Ferreira

Última alteração: 21-01-2018

Resumo


Trazer um olhar sociológico e interdisciplinar para a literatura de ficção científica tendo no corpo (ou imagem) uma forma de abordagem crítica. Para isso faz-se necessária a discussão acerca da sociedade de controle e como a mesma tenderia a ser absorvida pelos indivíduos, os disciplinando-os, seja através da massificação da Internet ou de uma latente exposição social. Com isso, traremos os desdobramentos da literatura de ficção e como a mesma pode ser vista como uma precursora de problematização do uso de corpos deslocados e do uso das imagens humanas.


Palavras-chave


Sociologia; ficção científica; sociedade de controle; redes sociais.

Referências


AMARAL, Adriana. A potência do imaginário de Neuromancer nas origens da cibercultura. IN: GIBSON, William. Neuromancer. São Paulo: Aleph, 2016.

AMARAL, Adriana. Visões Perigosas: uma arque-genealogia do cyberpunk. Porto Alegre/RS: Sulina, 2006.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede (A era da informação: economia, sociedade e cultura, v.1). São Paulo: Editora Paz e Terra, 1999.

CASTELLS. Manuel. A galáxia da Internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003.

 

CRARY, Jonathan. 24/7. Capitalismo e os fins do sono. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

COSTA, Rogério da. Sociedade de Controle. São Paulo em Perspectiva, 18(1): 161-167, 2004.

 

DELEUZE, Gilles. GUATTARI, Félix. O Anti-Édipo: Capitalismo e Esquizofrenia. São Paulo: Ed.34, 2010.

DELEUZE, Gilles. Post-scriptum sobre a sociedade de controle. IN: DELEUZE, Gilles. Conversações 1972-1990. São Paulo: Editora 34, 1992.

ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1994.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

 

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. O nascimento da prisão. Petrópolis/RJ: Vozes, 2006.

 

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

 

GIBSON, William. Neuromancer. São Paulo: Aleph, 2016.

MATHIESEN, Thomas. A sociedade espectadora: o “panóptico” de Michel Foucault revisitado. Margem, São Paulo, n.8, p.77-95, dez.1998.

RÜDIGER, Franscisco. As teorias da cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2016.

WOLTON, Dominique. Internet, e depois? Porto Alegre: Sulina, 2012.

 


Texto completo: PDF