Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
História e Memórias: Traços de Territórios Negros em Pelotas/RS
Cristiane Bartz de Ávila, Maria de Fátima Bento Ribeiro, Ângela Mara Bento Ribeiro

Última alteração: 18-01-2018

Resumo


Neste trabalho, propomos reflexões sobre os espaços urbano e rural da cidade de Pelotas, situada no Rio Grande do Sul, Brasil. Nosso objetivo é procurar demonstrar alguns dos territórios negros da cidade, no século XIX, e as relações com o presente, século XXI, observando os traços que marcam suas histórias e suas memórias. Daremos ênfase aos aspectos da cultura que se entrelaçam criando identidades, fronteiras e memórias. O interesse por esse tema refere-se por nossa trajetória no que tange aos Estudos sobre Culturas. Concluímos com a certeza de que muitas discussões são ainda necessárias para que o referido tema possa ser difundido e reconhecido como parte de nosso Patrimônio Cultural.


Palavras-chave


Cultura; Fronteira; Identidade; Negros; Território;

Referências


ARANTES, Antônio Augusto. Paisagens Paulistanas: transformações do espaço público. Campinas, SP: Editora da Unicamp/ Imprensa Oficial, 2000.

 

ÁVILA, Cristiane Bartz; RIBEIRO, Maria de Fátima Bento. Cultura, multiculturalismo e interculturalidade: as "tias minas" da cidade de Pelotas-RS e seu legado cultural. II CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES. Belo Horizonte, 2013.

 

______. Entre esquecimentos e silêncios: Manuel Padeiro e a memória da escravidão no distrito de Quilombo, Pelotas, RS. 2014. 183 f. Dissertação (Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural). Instituto de Ciências Humanas, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas. 2014.

 

CERTEAU. Michel de. A Invenção do Cotidiano: artes de fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

 

LE GOFF, Jacques. Memoria. El orden de la memoria. El tiempo como imaginário. Barcelona, España: Editorial Paidós, 1991. Fonte: Disponível em:

<http://www.cholonautas.edu.pe/biblioteca/memoria>. Acesso em: 28/02/2013.

MAGALHÃES, Mário Osório. Atas da Câmara Municipal de Pelotas (1832-1845). Santa Maria: Gráfica Editora Pallotti, 2011.

NOGUEIRA, Antonio Gilberto Ramos. Diversidade e sentidos do patrimônio cultural: uma proposta de leitura da trajetória de reconhecimento da cultura afro-brasileira como patrimônio nacional. Anos 90.  Porto Alegre: v.15, n. 27, jul., 2008.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: A problemática dos lugares. Projeto História 10. São Paulo, dez., 1993.

 

RICOEUR, Paul. A Memória, a História, o Esquecimento. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2007.

RUBIRA, Luís. Almanaque do Bicentenário de Pelotas. Santa Maria, RS: Pró-cultura RS: Ed. Palloti, 2012.


Texto completo: PDF