Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
A elaboração do luto no conto A morta, de Guy de Maupassant
Fernanda de Mello Veeck

Última alteração: 21-01-2018

Resumo


O presente estudo tem como objetivo analisar a relação da aparição presenciada pelo narrador no conto A morta, (1887) de Guy de Maupassant, com a superação do período do luto, descrita por Sigmund Freud, em seu famoso artigo Luto e melancolia (1917). Foram analisados os elementos presentes ao longo da narrativa que remete às características do quadro de depressão, descritas pela filósofa e psicóloga Julia Kristeva em sua obra Sol negro: depressão e melancolia (1989). Segundo Freud, o luto que é o período que sucede a perda de um objeto amado, que no conto é representado pela amante do narrador, é uma etapa natural, que afeta a todos os indivíduos. A condição do luto é o principal elemento do conto, pois é a partir dele que a narrativa se constitui. Sendo assim, encontramos em A morta uma tentativa desesperada de livrar-se da dor da perda, que força o narrador a tomar uma atitude, ainda que a faça de maneira inconsciente, para pôr termo a essa dor. Por fim, concluiu-se que a aparição fantasmagórica testemunhada pelo narrador se configura na maneira encontrada por esse indivíduo de promover a aceitação da perda. É através da fantasmagoria que o narrador é forçado a confrontar a materialidade da perda, e por fim, elaborar o luto.


Palavras-chave


Literatura Fantástica, Literatura e Psicanálise, Depressão, Luto.

Referências


FREUD, Sigmund. “Luto e melancolia” In: Sigmund Freud Obras Completas. Vol. 12. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. (Obra completa)

 

JAPIASSÚ, Hilton. e MARCONDES, D. Dicionário Básico de Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1996 (Obra completa)

 

KRISTEVA, Julia. Sol Negro – Depressão e Melancolia. Rio de Janeiro: ROCCO, 1989. (Obra completa)

 

MAUPASSANT, Guy de. Contos Fantásticos. (Trad. José Thomas Brum). Porto Alegre: L&PM, 1997. Coleção L&PM Pocket, vol. 24. (Obra completa)

 

MENDLOWICZ, Eliane. (2000). O Luto e seus Destinos. Rio de Janeiro. Ágora, v. 3, n. 2. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/agora/v3n2/v3n2a05.pdf

 

 


Texto completo: PDF