Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, III Encontro Humanístico Multidisciplinar e II Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
Da invisibilidade a vida pública: marchas de mulheres reforçam identidades e lutam contra o patriarcado
Ylka Etienne de Oliveira Cordeiro, Betania Maciel

Última alteração: 24-01-2018

Resumo


O Brasil e a América Latina do século XXI vivem um momento de profundas tensões nos campos político, econômico, social e cultural. Principalmente quando se trata da luta por igualdade de direitos entre mulheres e homens, e pelo fim da violência contra a mulher. Em vários estados do Brasil, os movimentos sociais de mulheres vêm planejando e executando uma agenda intensa de ações para multiplicar em sociedade as bandeiras de lutas que perpassam a causa feminista. Dentre elas à realização de marchas que reúnem milhares de mulheres. A mais conhecida é a Marcha das Margaridas, que acontece a cada quatro anos, organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Agricultura (Contag), na capital do Distrito Federal, Brasília. A Marcha homenageia a trabalhadora rural e líder sindical Margarida Maria Alves, paraibana assassinada em 1983, por latifundiários, quando lutava por direitos de camponesas e camponeses no estado da Paraíba. Hoje, a região também tem sua própria caminhada. As mulheres organizadas em sindicatos rurais ganharam força e levam anualmente, no dia 8 de março (Dia Internacional da Mulher) às ruas da região chamada de brejo paraibano, a Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia. A marcha promovida por sindicatos de trabalhadoras e trabalhadores rurais do Polo da Borborema e pela ONG AS-PTA está em sua oitava edição. O objetivo deste trabalho é identificar o Estado da Arte sobre as marchas de mulheres camponesas e sua relação com a agroecologia, evidenciando de que forma estão fortalecendo as lutas por direitos e no enfrentamento da violência contra a mulher no campo. A pesquisa foi realizada a partir da base de dados Periódicos CAPES.  Nas buscas foram adotados os descritores: mulheres camponesas e agroecologia, sendo identificadas 41 produções.


Palavras-chave


gênero; ; mulher; participação

Texto completo: PDF