Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Encontro Humanístico Multidisciplinar e I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
As meninas superpoderosas: representações de gênero e empoderamento feminino
Maria Tereza Pereira da Silva, Daniele Borges da Silva

Última alteração: 20-10-2016

Resumo


O objetivo desse artigo é estabelecer uma breve discussão sobre gênero, padrões culturais e temperamentos destinados ao sexo feminino, e como esse é reproduzido nos desenhos infantis. A interpretação se dará a partir das teorias das principais pensadoras clássicas da Antropologia da Escola de cultura e personalidade: as norte americanas Ruth Benedict e Margaret Mead. Além de grandes sociólogos como Bourdieu, Peter Berger, DaMatta, e a feminista Simone de Beauvoir.  Busca-se, assim, o diálogo dessas teorias com elementos apresentados no desenho infantil “As Meninas Superpoderosas” da Cartoon Network Studios.