Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Encontro Humanístico Multidisciplinar e I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
Acessibilidade e Inclusão: Uma análise antropológica sobre os efeitos do processo de construção de um coletivo Surdo na UFPel
Andressa Santos Domingues

##manager.scheduler.building##: Campus Jaguarão
##manager.scheduler.room##: Sala 206
Data: 12-11-2016 08:30 AM – 11:30 AM
Última alteração: 20-10-2016

Resumo


O presente trabalho procura refletir sobre o funcionamento da assistência estudantil voltado para pessoas que utilizam a Língua de Sinais como primeira língua, de que modo influencia no processo de ensino-aprendizagem e na formação de um coletivo Surdo. A partir de uma perspectiva etnográfica, a pesquisa tem sido realizada na Universidade Federal de Pelotas (UFPel), com estudantes e professoras surdas. O objetivo do estudo compreende discussões sobre comunicação, educação e identidade por meio da Antropologia. Assim, busca-se assimilar de que maneira as políticas educacionais vigentes na Universidade influenciam na constituição de demarcadores identitários. Deste modo é possível verificar, então, se atuam no fortalecimento destes na interlocução com a Instituição. Para além, busca-se compreender também como a infraestrutura da Universidade contribui, ou não, para uma constituição de um coletivo entre os estudantes surdos e nas trocas para com os/as demais estudantes.