Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Encontro Humanístico Multidisciplinar e I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
ARTESANATO: ENTRE PATRIMÔNIO E MERCADO
Miriel Bilhalva Herrmann

##manager.scheduler.building##: Campus Jaguarão
##manager.scheduler.room##: Sala 306
Data: 12-11-2016 08:30 AM – 11:30 AM
Última alteração: 20-10-2016

Resumo


Resumo

O presente trabalho busca estabelecer uma analise em relação a questão do artesanato, de como sofre modificações e interferências . Na qual no seu inicio tinha apenas valor utilitário, pois era produzido para suprir necessidades humanas. E com a revolução industrial foi relegada a marginalização, assim perdeu seu espaço para as máquinas. Mas logo com o intuito de criar identidades nacionais, começam as discussões em relação ao patrimônio. Dessa forma as concepções e ampliação sobre o seu conceito, propiciou grande valorização das diversidades culturais, assim como as técnicas artesanais. E a partir disso o artesanato passa a ser percebido como patrimônio, sendo visto e utilizado pelo turismo como fator de desenvolvimento econômico, dessa forma ocasionando um dilema entre estas técnicas artesanais de como se manter tradicionais, referência para a cultura e a identidade cultural. Ao mesmo tempo atender as necessidades do consumidor que se apresenta como turista, pois necessitam se adaptar para continuar sobrevivendo as mudanças do mercado.

Palavras-Chave: Artesanato,  Mercado, Patrimônio