Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Encontro Humanístico Multidisciplinar e I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
Resgate e Conservação da Agrobiodiversidade como ação de gestão territorial e ambiental: o caso do Povo Indígena Xakriabá
Helen Dayane Santa Rosa, Felisa Cançado Anaya, Paulo Gonçalves, Clarissa Prates

##manager.scheduler.building##: Campus Jaguarão
##manager.scheduler.room##: Sala 303
Data: 10-11-2016 08:00 AM – 11:30 AM
Última alteração: 20-10-2016

Resumo


A prática do resgate e conservação das sementes crioulas, variedades produzidas ancestralmente no território, tem se intensificado nos últimos seis anos na Terra Indígena Xakriabá. Com as modificações percebidas na natureza, apontadas por eles como decorrentes das mudanças climáticas, um conjunto de ações tem sido intensificadas a fim de mitigar estes efeitos. Destacam-se a constituição das Casas de Sementes e os processos de multiplicação e seleção de sementes.

Em 2003 é instituído o projeto Gestão Ambiental em Terras Indígenas - GATI que busca fortalecer ações de gestão e recuperação ambiental em terras indígenas homologadas, seguido em 2012 da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial Indígena – PNGATI. As ações de resgate e conservação da agrodiversidade foram eleitas pelos indigenas como centrais no processo de gestão territorial, sendo incorporadas de modo estratégico nos projetos financiados pelo Governo Federal.

Este trabalho é resultado da etapa inicial das pesquisas de campo para o desenvolvimento de dissertação que abordará a temática. Apresenta percepções e resultados iniciais acerca do trabalho desenvolvido em 6 aldeias do território indígena, onde parte das ações foram apoiadas pelo Projeto GATI..