Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Encontro Humanístico Multidisciplinar e I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
As mulheres e a construção da Colônia de Pescadoras Z25 em Jaguarão/RS – 2005
Kenya Jessyca Martins de Paiva

Última alteração: 20-10-2016

Resumo


A proposta deste trabalho é discutir sobre a trajetória de uma das mulheres que fundou, junto de outras pessoas, a Colônia de Pescadoras Z25 em Jaguarão (2005). A entrevistada se chama Roselein Dias (62 anos), é presidenta da Colônia de pescadoras, nasceu e se criou numa família de pescadores e por isso, sempre esteve envolvida com as questões ligadas a sua classe. Rosa, como é chamada pela maioria dos moradores da Vila de Pescadores, é reconhecida como uma forte liderança entre as pescadoras e os pescadores. Para conhecer sua história foi utilizada a metodologia da História Oral, onde foram realizadas entrevistas gravadas com duração em média de 60 minutos, cada uma, que posteriormente, foram transcritas pela pesquisadora. As perguntas foram orientadas para saber os motivos que levaram as mulheres naquele período a fundar a Colônia, qual é a importância dela atualmente na comunidade pesqueira de Jaguarão, quais foram os benefícios e dificuldades incluídas nesse processo de organização, como as e os pescadores cooperam para a manutenção das atividades da Colônia, entre outras.