Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Encontro Humanístico Multidisciplinar e I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
(In)segurança das mulheres no conflito da ex-Iugoslávia: uma análise pela perspectiva da psicologia política e da segurança humana feminista
Núbia Sanches Martins

##manager.scheduler.building##: Campus Jaguarão
##manager.scheduler.room##: Sala 303
Data: 11-11-2016 08:00 AM – 11:30 AM
Última alteração: 20-10-2016

Resumo


O presente trabalho busca apresentar as situações de (in)segurança das mulheres em contexto de conflito, o caso analisado será o da guerra civil na ex-Iugoslávia que durou de 1992 a 1995. As situações levantadas estão relacionadas à prática do estupro de maneira sistemática e em massa como estratégia de limpeza étnica e também às inseguranças econômicas presentes durante a após o conflito. A hipótese levantada é de que as situações de insegurança as quais as mulheres experimentam em períodos de conflitos armados não são simples produto da guerra, mas são reflexo da estrutura social que, mesmo em tempos em que não há conflitos armados, permite, tolera e mesmo incentiva as violências praticadas contra as mulheres. Portanto, conceitos como violência estrutural, violência institucionalizada e a violência simbólica serão utilizadas como plano de fundo do presente trabalho. Ademais, será utilizada a categoria analítica de gênero além da perspectiva da psicologia política e da segurança humana feminista.

Texto completo: PDF