Tupã - Sistema Online de Apoio a Eventos do CLAEC, II Encontro Humanístico Multidisciplinar e I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares

Tamanho da fonte: 
CIDADES CONURBADAS: O PROTAGONISMO DA ATUAÇÃO DE ATORES NÃO ESTATAIS NO PROCESSO DE INTEGRAÇÃO
Daniela Santos Nunes de Rodrigues

##manager.scheduler.building##: Campus Jaguarão
##manager.scheduler.room##: Sala 305
Data: 12-11-2016 08:30 AM – 11:30 AM
Última alteração: 20-10-2016

Resumo


A Integração Regional entre os países da América Latina ganhou destaque nos últimos anos. Atuando de forma conjunta os países conquistam uma maior visibilidade às suas demandas e reivindicações. Atuar conjuntamente garante uma inserção mais qualificada no Sistema Internacional. Neste trabalho busca-se analisar como ocorre a integração de fato nas regiões de fronteira, mais especificamente nas cidades conurbadas de fronteira. Faz-se um estudo de caso da situação na fronteira entre Santana do Livramento (Brasil) e Rivera (Uruguai). Uma fronteira pacífica, onde as cidades brasileira e uruguaia se confundem e a integração de fato encontra-se em um estágio muito mais avançado do que o processo formal de Integração Regional. Para tal, realiza-se uma revisão bibliográfica, bem como estudo de caso da fronteira mencionada. Destaca-se a importância dos processos de integração e os impactos na vida cotidiana. Aborda-se a influência dos processos de integração realizados pelas sociedades das cidades conurbadas e os impactos nas legislações nacionais.